10 anos sem Amy Winehouse: relembre a trajetória da cantora

Em vida, Amy lançou apenas dois álbuns, mas seu talento a colocou na história da música, para sempre
Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (23), completam-se 10 anos da morte de Amy Winehouse. Para homenagear a cantora, que deixou um grande legado na música, a MIX relembra alguns momentos da carreira curta, porém, intensa de Amy.

Em vida, Amy Winehouse lançou apenas dois álbuns: o “Frank”, de 2003, e o disco “Back To Black”, que estreou em 2006, e estourou nas paradas musicais.

A música “Stronger Than Me” é a faixa que abre o disco “Frank”. Apesar do álbum não ter feito tanto sucesso quando saiu, as músicas são ótimas e já mostravam a potência vocal de Amy Winehouse, marcada pela pegada do jazz e do soul.

Aliás, o nome do CD, “Frank”, é uma homenagem ao cantor Frank Sinatra, uma das maiores influências da cantora.

Em 2006, Amy estourou nas paradas musicais do mundo todo, com o CD “Back To Black”. Nas letras, Amy Winehouse costumava desabafar sobre o que estava vivendo. Aliás, a cantora começou a escrever suas primeiras músicas aos 14 anos. Uma das faixas de maior sucesso do álbum “Back to Black”, é “You Know I’m No Good”.

Nessa música, Amy Winehouse fala sobre traições, e sobre um relacionamento bem conturbado. A letra foi composta inteira por Amy, e produzida por Mark Ronson, um dos maiores nomes da música pop.

Outra faixa famosa do álbum “Black To Black” é “Valerie”.

A música, na verdade, é de autoria da banda The Zutons e foi escrita para uma mulher chamada Valerie Star.

A faixa conta a história real de Valerie, uma maquiadora que acabou sendo presa por cometer infrações de trânsito, e também por ter desrespeitado policiais.

Música imortalizada na voz de Amy, em versão ao vivo:

A faixa-título “Back To Black”, como a maioria das composições da Amy, é bem pessoal, e fala sobre o término de um relacionamento vivido pela cantora.

Na música, Amy diz que o parceiro terminou com ela, e voltou para outra mulher. Então, a cantora faz uma metáfora associando o sofrimento causado pelo término com a dor de viver um luto.

E é claro, não poderia faltar, uma música que virou um hit mundial: “Rehab”. Composição autobiográfica e que fala um pouco da relação da cantora com o álcool, e em como ela rejeitou ir para uma clínica de reabilitação para se recuperar do vício. “Rehab”, que tem influência direta do jazz e do soul dos anos 60, chegou à primeira posição das paradas musicais de vários países, inclusive o Brasil.

Todo mundo sabe cantar essa:

Amy Winehouse faz muita falta na música, mas sua trajetória e seu talento serão lembrados para sempre.

Deixe um comentário

You have to agree to the comment policy.

Most Popular Topics

Editor Picks