MIX elege suas músicas favoritas para celebrar o “Dia Mundial do Rock”

Galera da rádio contou histórias sobre suas faixas preferidas do rock n’ roll
Foto: Reprodução

Neste dia 13 de julho, “Dia Mundial do Rock”, a galera da MIX elegeu suas músicas favoritas de rock, e que foram marcantes de alguma forma.

Confira abaixo alguns dos depoimentos que a nossa equipe de jornalismo colheu da galera da MIX, de diversos departamentos da rádio.

Marcos Vicca – Diretor Artístico

“Alive”, do Pearl Jam, é uma música que impactou a minha vida. Lembro bem onde estava quando ouvi “Alive” pela primeira vez no rádio. Claro que eu já tinha as minhas bandas preferidas antes de “Alive”, mas a música fez do Pearl Jam a banda número um para mim. Fora a letra, o riff, os solos e o vocal do Eddie Vedder, que influenciou uma geração. E foi a partir daí que passei a ouvir todas aquelas bandas incríveis de Seattle. “Alive” é uma das obras-primas do rock.


Carla Bianco – Departamento Comercial (Executiva de Contas)

No auge da MTV e dos videoclipes , lembro da primeira vez que assisti ao clipe de “November Rain” do Guns N’ Roses. Aquela música triste, com uma modelo linda casando de vestido curto. Isso no início dos anos 90! Então, em 1994 eu também me casaria linda e feliz, com o mesmo modelo de vestido, inspirada pelo clipe do Guns. Na trama do vídeo, até hoje não sei se ele morreu, se ela morreu, se o amor morreu (risos), mas meu marido e eu estamos casados há 28 anos! Olha que, na época, eu “causei” ao me casar de vestido curto.


Fernando Borges – Gerente de Conteúdo Digital

Minha escolha é “Iron Man”, do Black Sabbath. Mudou minha vida aos 12 anos. Comprei um CD por ter gostado da capa, mas sem nunca ter ouvido falar daquela banda ou entender o que era o rock. E “Iron Man” era a primeira música do álbum. Me deu um nó na cabeça.


Nani – Promoção e Eventos Mix FM

Para o Dia Mundial do Rock eu escolho a música “I Bet You Look Good On The Dancefloor” do Arctic Monkeys. Essa música marcou demais a minha vida, porque o primeiro álbum que comprei com meu próprio dinheirinho foi o que tem essa música, o “Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not”. Ela marcou essa transição tão importante da minha vida, da adolescência pra vida adulta, da independência. É uma música potente que me trás muitas lembranças.


Karina Andrade – Jornalista

Meus pais sempre tiveram o que eu considero “um bom gosto musical”. Porém, meu caminho para o rock n’ roll foi traçado através do meu primo, Erlon Andrade. Um dia, na casa dele, em meados dos anos 90, ele colocou o álbum “…And Justice for All” do Metallica. Escolheu a faixa “One”, e pediu que eu prestasse atenção em toda a música. Brincou dizendo que me deixaria ali, no quarto, até eu ouvir a música toda, no máximo volume. Eu amei! Depois disso, pedi os discos dele emprestados, e foi um caminho sem volta…


Leonardo Suzuki – Mídias Digitais

Escolho “Oh! Darling”, dos Beatles, por ser a música que me despertou o interesse em ouvir a discografia completa da banda. Ouvir todos os álbuns deles não só me aproximou do rock de uma maneira geral como também mudou completamente a maneira que consumo música. The Beatles é um divisor de águas pra mim nesse sentido, então achei justo escolher a música da banda que tem maior significado pra mim.


Diego Andrade – Produtor

O meu gosto pelo rock começou cedo! Com influência de um tio meu que gostava muito, tive o contato com o gênero! E fui apresentado ao AC/DC com uma musica que até hoje quando ouço, me arrepio pela energia, “Thunderstruck”.

“Sound of the drums
Beatin’ in my heart
The thunder of guns
Tore me apart
You’ve been – thunderstruck”


Resumidamente é o que eu sinto ao ouvi-la!


Vida longa ao Rock N’ Roll!

Deixe um comentário

You have to agree to the comment policy.

Most Popular Topics

Editor Picks