[EXCLUSIVO] Amor ou loucura? Fãs de Juliette acampam para o show da cantora em São Paulo

Lilian, de 37 anos, veio de Recife para ver Juliette: “ela me inspira e dá força para realizar os meus sonhos.”

Não é novidade para ninguém que, desde o Big Brother Brasil 2021, Juliette Freire se tornou um verdadeiro fenômeno no país.

A ex-BBB, que foi a campeã do reality, conquistou o coração de uma legião de fãs (os cactos!), que a segue por todo lugar.

Com sua nova turnê, “Caminho”, e divulgando seu primeiro EP, Juliette se apresenta nessa sexta-feira (13), no Espaço das Américas, em São Paulo. Com ingressos a partir de 70 reais (pista), Juliette deve ser recebida por milhares de fãs apaixonados por sua trajetória.

Prova disso é o grupo de fãs (cerca de 55 pessoas) da cantora que está acampando na porta casa de shows. Todo amor, esforço e dedicação dos fãs para garantir um lugar na grade, frente à cantora.

A fã Lílian Carla Vasconcelos Jorge, de 37 anos, saiu de Recife só para ver a Juliette. A “cacto” explicou como se tornou uma admiradora do trabalho da cantora:

“Eu tinha acabado de me separar, em plena pandemia, de um relacionamento de 18 anos. E vi a força dela como minha inspiração para superar todos os problemas que estava enfrentando. Quando ela cantava TRISTE, LOUCA OU MÁ dentro no BBB, eu me via nesta canção porque estava enfrentando todos aqueles problemas e minha admiração pela sua interpretação da música só me fazia olhar pra ela como uma cantora. Juliette se tornou um sinônimo de força, garra, caráter e luz pra mim! Para superar as crises de ansiedade que apresentei devido ao divórcio e a pandemia, comecei a fazer mesa posta para homenageá-la em cada conquista dentro da casa ou fora”.

Lilian também falou sobre a carreira de Juliette como cantora:

“Desde a casa eu já a via como cantora, sua interpretação e voz doce e suave em cada canção, me conquistou. Dentro de mim, eu já sabia que ela seria uma cantora. Ela estudou bastante e o aperfeiçoando e evolução musical se tornou notório, não só pra mim que sou fã, como para todos ao meu redor. Percebo que ela está alcançando cada vez um número maior de fãs da sua música. Minha música preferida é BENZIN.”

Segundo Lilian, que é funcionária pública e trabalha como produtora de eventos na Secretaria de Educação do Recife, sua família a apoia nas “loucuras de fãs”, e os amigos e familiares também estão virando fãs da Juliette. Lilian falou um pouco sobre a importância de garantir um bom lugar no show, junto à grade:

“Esse é o segundo show presencial que vou assistir dela (já que os outros dois assistir na grade da Live, porque os cactos que estão no show fazem live ao vivo para os que não podem ir) e a energia é surreal. Você ficar na grade é uma emoção inexplicável. Ela interage com o público, se emociona e nos emociona a cada canção. Faço tudo que é possível para ter mais uma vez a emoção de curtir juntinho dela o show.”

Lilian finaliza e sai em defesa da cantora:

“A gente gasta, passa noites no frio, corre feito umas loucas, brigamos para defendê-la dos haters… Mas amamos fazer tudo isso e no final é um adrenalina e emoção tão grande, que você jura que não faz mais e quando acaba você já se pergunta qual será o próximo destino.”

Isso sim é dedicação! Veja a galera animada acampando para ver Juliette de pertinho em São Paulo:


Confira abaixo a imagem de Lilian ao lado de Juliette, em um show em João Pessoa e em São Paulo:


A cada conquista de Juliette, fã preparava uma “mesa posta” para celebrar:

Deixe um comentário

You have to agree to the comment policy.

Most Popular Topics

Editor Picks