Mix São Paulo - 106.3 FM JUNTOS NO MELHOR MIX!
OUÇA AO VIVO
JÁ TOCOU: Edu Ribeiro - Me Namora

Pré-estreia do filme Tomb Raider: A Origem

E quem vai na sessão exclusiva do filme Tomb Raider: A Origem, no dia 13 de março, no Patio Paulista, é:

Alexandre Carvalho
Aline Vital De Sá Ferreira
Amanda Da Cruz Costa Francez
Ana Maria Mullwe
Anderson Serrani Mariano
Bianca Barbosa Santos
Bruno Augusto Gonçalves
Caio Elife Barbosa Mota
Carlos Eduardo Soares
Caroline Meira Fazenda
Carolini Da Silva Pires
Cauai Antunes Cabral
Clara Bosco Segarra
Cleverson Leal Silva
Daiana Dos Santos
Daiane Queiroz Da Silva
Danielle Faion De Paula
Diane S Valentim
Edson Luiz Barbosa Da Silva
Elaine Casseano Moreno
Evelin Carlos Barboza
Everton Alves Almeida
Fabiana Finelli Fabeni
Fabio Oliveira Da Silva
Fabricio Lima Batista
Felipe Da Cunha Fischer
Felipe De Oliveira Neves
Felipe Zukurov
Fernanda Faion De Paula
Fernanda Kellen Pereira Oliveira
Francielle De Souza Cardoso
Gabriel De Mello Amorim
Gabriela Gonçalves De Macedo
Giovanna Nicolaci
Guilherme Pereira De Souza
Henrique Marinho De Morais
Hillary Narzetti De Lima
Hygor Antonio Drummond Santos
Isadora Ribeiro De Souza
Israel Lima Do Espirito Santo
Jessica Monteiro Volejnik Pino
Jessica Oyie Sousa
Joao Paulo Da Silva
Joao Rivera De Oliveira
Juliana Rocha Pacheco Dos Santos
Juliana Vieira Monte
Kaio Segalla De Souza
Kevin Da Silva Santos
Laís Caroline Lopes Conceição
Larissa Pereira Dos Santos
Layla Cristina Caitano Alves
Leonardo Alves Sousa Santana
Leonardo Do Nascimento
Levy Araujo
Ligia Gabriela Oliveira Da Silva
Lizzie Mayuri Taba
Lucas Augusto Macedo Correia
Lucas Balbino Pereira
Lucas Machado Pereira Sannino
Luciano Felipe Souza De Oliveira
Manoel De Sousa Pereira Junior
Manoela De Souza Ferreira
Marcelo Monfardini
Márcio Henrique Mello Da Luz
Marcos Antonio De Sousa Evaristo
Marcos Felipe Macedo
Maria Teresa Pelegrin Da Silva
Micael Da Silva Souza
Micaela Souza Ferreira
Michel Alves De Alcantara
Mikel Victor Silva Sales
Moniky Evellyn Batista Ferreira
Natália Aparecida De Paula Rodrigues
Natalie Kewitz
Paulo Henrique De Mello
Priscila Alves De Brito
Raphael Lima Riveiro
Renan Silva Henrique
Renato Briguelli De Faria
Rodrigo Silva Da Costa
Samantha Araújo Messias
Silvia Guck Voan Wong
Thainara Angelo Do Nascimento
Victor Simões De Macedo Soares
Victor Vicente Duran Guedes
Weslley Ricardo Souto De Oliveira Dias
Willian Conceição Moreira
Wilson Fernandes Da Conceição
Yasmin Soares Do Nascimento
Yuri De Almeida

 

Tomb Raider: A Origem estreia dia 15 de março nos cinemas

Revelado trailer assustador do filme “Cadáver”. Confira!

Por Karina Andrade

Foi divulgado o primeiro trailer de “Cadáver” -, um filme de terror que vem aí.

O longa narra a história de uma policial (Shay Mitchell), que atua no necrotério à noite, e começa a enfrentar uma entidade demoníaca que invade os cadáveres.

Cadáver” (The Possession of Hannah Grace) estreia no dia 30 de novembro, nos Estados Unidos. No Brasil, o longa ainda não tem data prevista de lançamento.

Assista ao trailer:

Simples e forte: “Nasce Uma Estrela” prova que segredo para um bom filme é uma boa história

Por Karina Andrade

Será que o dinheiro e a fama podem atrapalhar um grande amor?

Quando recebi a missão de escrever sobre o filme “Nasce Uma Estrela”, queria dar o meu melhor como profissional.
Sentei-me frente ao notebook, abri o editor de textos e pensei “por onde eu começo”? Ora, como jornalista, estou acostumada a escrever as minhas impressões pessoais sobre um filme, e encorajar (ou não) as pessoas a irem ao cinema conferir com seus próprios olhos.

Mas, e quando o filme em questão, faz parte da sua história de vida? E quando sua cantora favorita é uma das protagonistas do filme?

Então, tudo se torna mais complexo e fica difícil separar o “pessoal” do “profissional”. Portanto, para ser completamente honesta com você, ouvinte da MixFM e caro leitor, eu decidi revelar tudo da forma mais transparente possível.

O filme “Nasce Uma Estrela”, protagonizado por Bradley Cooper e Lady GaGa é o quarto remake da trama.
O primeiro longa original é de 1937, e é estrelado pela atriz Janet Gaynor. A segunda versão foi protagonizada por ninguém menos que Judy Garland – , atriz que ficou famosa em todo o mundo por protagonizar a Dorothy, na clássica filmagem de “O Mágico de Oz”, de 1939).

Em 1976, a cantora que estava no auge, e que, portanto, protagonizou “Nasce Uma Estrela”, foi Barbra Streisand.

E é aqui que o “pessoal” e o “profissional” acabam se tornando uma coisa só – , e eu vou explicar o porquê.

O filme favorito da minha mãe, sempre foi “Nasce Uma Estrela”. Ela assistiu à estreia do filme nos anos 70, no cinema, ao lado do meu pai. Pois é. Há 40 anos. Ela tem, inclusive, a trilha sonora do filme, interpretada por Barbra Streisand, em vinil – , e é o disco pelo qual ela tem o maior xodó.

De modo que, passei a minha infância e adolescência ouvindo minha mãe falar sobre “Nasce Uma Estrela”, e sobre o quanto ela amava essa história…

O tempo passou. Eu cresci. Fiz jornalismo. Passei a fazer parte da equipe da Mix. E “um belo dia”, na redação, descobri que haveria uma quarta versão de “Nasce Uma Estrela” – , e que, dessa vez, seria protagonizada por Bradley Cooper e Lady GaGa.

Logo que fiquei sabendo, tomei uma decisão: precisava levar minha mãe ao cinema por tudo o que esse filme representa pra ela, e pra mim.
Afinal, é minha cantora favorita (Lady GaGa) e a história que minha mãe mais gosta (Nasce Uma Estrela).

A ansiedade foi gigante durante toda a produção do filme. Acompanhamos tudo. As primeiras fotos divulgadas. O teaser. Os primeiros trailers.
As prévias das músicas que fariam parte da trilha sonora.

E chegou o grande dia: terça-feira, 2 de outubro, de 2018 – , dia da grande pré-estreia do longa, promovida pela Warner Bros. no Shopping J.K Iguatemi, em São Paulo.

Estávamos ansiosas. Pegamos um uber e falávamos no caminho, o tempo todo, sobre expectativas. Na entrada do cinema, a música-tema do filme, “Shallow”, ecoava pelos corredores. Tiramos fotos nos banners de divulgação e entramos na “Sala 1” do cinema.

Começava ali uma grande realização: eu estava vendo minha mãe assistir a uma nova versão do filme que ela havia visto em 1976, e eu, sem me conter na poltrona, vendo Lady GaGa atuando pela primeira vez. Embora a expectativa fosse imensa: o filme não nos decepcionou. Ao contrário: foi ainda melhor do que esperávamos. Ao final do longa, saímos emocionadas da sala de exibição.

[ Sobre o filme ]

A trama acompanha a trajetória de um cantor famoso, chamado Jackson Maine, que descobre a jovem artista, Ally. Os dois acabam se apaixonando. Mas, Ally começa a ficar muito famosa como cantora, e Jackson se torna um artista decadente, com problemas com o álcool. Álcool, dinheiro, fama, drama e romance. Um misto de acontecimentos que vão prendê-lo à história do começo ao fim.

Impossível não falar sobre a brilhante atuação de Bradley Cooper -, que aliás, também é o diretor do filme. Cooper interpreta, dirige, canta e nos emociona. GaGa faz sua estreia nas telonas de Hollywood em grande estilo. A cantora (e agora atriz!) dá um show de interpretação e já podemos arriscar (e torcer!) por uma possível indicação ao Oscar – , e os rumores são fortes.

Por se tratar de um filme que mistura drama, romance e música – , a trilha sonora precisa ser perfeita para que tudo funcione. E é! Destaque para as músicas: “Shallow”, um lindo dueto de GaGa e Cooper, “La Vie En Rose” – , faixa interpretada em francês por Lady GaGa, e que ficou famosa na voz de Édith Piaf; “Is That Alright?”, “I’ll Never Love Again” e  “Look What I Found”.

E um detalhe importante: as músicas foram todas feitas ao vivo no set de filmagens – , ou seja, foram cantadas nos estúdios de gravação do filme para dar ainda mais veracidade à trama.

Falando em veracidade…
A química de Cooper e GaGa é impressionante. Eles convencem como um casal apaixonado. Você ri com eles, chora com eles. Torce por eles. Durante uma entrevista, Bradley Cooper disse que a química com Lady GaGa desde o início foi fundamental, e o resultado nas telas, é emocionante e comprova isso.

Num momento em que vemos nas telonas muitos filmes de ficção científica e grandes produções de super-heróis -, em que todos os longas são carregados de efeitos especiais, “Nasce Uma Estrela” surge como um romance repleto emoções – , cuja único segredo é…uma boa história!

Sem efeitos especiais, sem grandes truques. Apenas um cara. Uma garota. Um amor. A música. E os problemas da vida real.

Por que eu comecei esse texto falando sobre a experiência de assisti-lo com a minha mãe? Simples. Porque eu acredito que o cinema e a música são capazes de nos marcar pra sempre. Através da arte, criamos laços importantes e duradouros. Um filme sempre vai te lembrar alguém; bem com uma música pode eternizar um grande momento da sua vida.

Nasce Uma Estrela” é um filme que tem essa força e esse poder. Para mim, a “Karina”, como pessoa, e como jornalista, essa história sempre será a favorita da minha mãe, e agora, esse filme com Cooper e GaGa, passa a ser um dos meus preferidos da vida. Inesquecível. Imperdível.

“Nasce Uma Estrela” em exibição nos cinemas a partir do dia 11 de outubro.

Ps: acho que agora que terminei o texto, posso fechar o player de música. Afinal, eu estava ouvindo novamente a trilha sonora do filme, enquanto escrevia. Não há como não se emocionar…

Confira abaixo todas as versões de “Nasce Uma Estrela”:

1937 – estrelado por Janet Gaynor

1954 – estrelado por Judy Garland

1976 – estrelado por Barbra Streisand

2018 – estrelado por Bradley Cooper e Lady GaGa

Clipe da música Shallow:

Most Popular Topics

Editor Picks