Após ter xingado Fernanda Lima de “imbecil”, Eduardo Costa pode cumprir medidas judiciais

O sertanejo deve realizar trabalhos comunitários

O Ministério Público sugeriu que o sertanejo Eduardo Costa, que xingou a apresentadora Fernanda Lima de imbecil, no final do ano passado – após ela ter feito um discurso feminista em seu programa “Amor & Sexo”, na rede Globo – cumpra 50 horas de serviços comunitários.  

Confira o discurso de Fernanda:  

Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chamam de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e a mulher que diz não. Não importa o que façamos nos chamam de louca. Se levamos a fama, vamos sim deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de força da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta está apenas começando. Prepare-se porque essa revolução não tem volta. Bora sabotar tudo isso?

Após confusão, a apresentadora falou sobre as medidas tomadas sobre o assunto:  

Depois de ser difamada, agredida e ameaçada por ele através de um post indignado, procurei orientação jurídica a fim de proteger a mim e minha família. Fui orientada a processá-lo, pois dessa forma inibiria agressões futuras. E assim o fiz 

Fernanda entrou com um pedido de indenização de 100 mil reais contra o sertanejo.  

 Confira o caso:  

Deixe uma resposta

You have to agree to the comment policy.

Most Popular Topics

Editor Picks